Casamento / 15 coisas para pensar na hora de organizar um Casamento Americano
Conheça mais sobre essa tendência que está conquistando muitos casais aqui no Brasil: o Casamento Americano. Confira nossas dicas!

15 coisas para pensar na hora de organizar um Casamento Americano

Para quem aguarda ansiosamente planejar o seu casamento e são apaixonadas por filmes que falam desse assunto como “Noivas em guerra” ou “Vestida para casar”, já perceberam que um casamento americano é um pouco diferente dos que temos aqui.

Ter uma cerimônia nesse estilo já é o sonho de muitas noivinhas brasileiras, que querem se inspirar em costumes, decoração, trajes e comidas.

E outros aspectos que são vistos em filmes e também realities shows.

Além disso, para quem prefere ter uma cerimônia mais intimista para amigos e familiares com um toque diferenciado.

Para ter um casamento no estilo americano magnífico, os noivos devem pensar em certos aspectos que fazem desse tipo de celebração diferente do nosso tradicional casamento brasileiro.

Vamos entender como funciona um casamento americano?

Quero ter um casamento americano!

 

Primeiramente, é importante que, ter uma cerimônia que é diferente dos tradicionais casamentos brasileiros, seja uma decisão somente do casal. 

Dessa forma o grande dia será inesquecível e com muitas memórias incríveis.

1. Madrinhas e padrinhos

Uma das grandes diferenças entre o casamento americano e o brasileiro é a respeito dos casais de padrinhos.

Enquanto aqui sempre priorizamos os casais já formados e não os separamos no altar, no casamento americano eles não precisam ser necessariamente casais pois entrarão em momentos diferentes.

Assim, você fica livre para escolher seus melhores amigos e que estão solteiros e não fica aquele clima chato por não chamá-los.

Eles também são os responsáveis por tradições que acontecem antes da cerimônia como despedida de solteiro e chá de panela ou de lingerie.

2. Trajes dos padrinhos e madrinhas

 

 

No casamento tradicional as madrinhas e padrinhos têm a liberdade de escolher o seu vestido ou terno. 

Porém, atualmente, muitas noivas indicam a cor que as madrinhas devem utilizar.

Já na cerimônia americana, a noiva, às vezes em conjunto com as madrinhas, escolhem os modelos, cores e cortes.

Isso é algo tão comum nos Estados Unidos que existem lojas especializadas com vestidos iguais em grande número e em diferentes tamanhos.

As madrinhas também podem carregar um pequeno buquê, que parece com o da noiva.

O traje dos padrinhos também são iguais e geralmente são de cores mais neutras, como cinza, preto, azul marinho ou branco.

3. Envio dos convites

Será que até na hora de enviar os convites existe uma diferença?

Sim!

Enquanto o mais comum ainda é entregar os convites pessoalmente, esse comportamento é visto como indelicado para um casamento nos moldes americanos.

O comum é enviar os convites via correio, mesmo que o convidado more próximo ou em outro estado

Além disso, é necessário responder para confirmar a presença, para que a festa possa ser organizada da melhor maneira, assim não sobrando muita comida ou faltando.

Como confirmação, o convidado envia de volta um cartão que veio junto ao convite. 

Se não ocorrer a confirmação e o convidado resolver aparecer na festa, ele pode ficar sem lugar ou sem entrar no salão.

4. Horário X formalidade

Cada vez mais comum no Brasil, são os casamentos durante o dia. Porém isso já é comum em casamentos americanos.

E, diferente do que estamos acostumados aqui, como um traje mais leve à noite ou um mais luxuoso à noite, no casamento americano o horário não define o traje.

Ou seja, vestidos de luxo podem ser utilizados de dia ou os informais durante festas mais tarde.

Isso é definido pelos noivos e descrito no convite.

5. Jantar de ensaio

Todo mundo quer que o dia do casamento aconteça da melhor forma, não é?

Por isso, e um pouco diferente dos nossos casamentos brasileiros, o casamento americano tem como costume o jantar de ensaio ou jantar de pré-casamento.

Na verdade, é um ensaio final para o seu grande dia e que acontece, geralmente, um dia antes.

Nesse dia, o cerimonialista ensaia com os noivos, pais, padrinhos e madrinhas a entrada e os detalhes para que, no dia, ninguém tenha problemas ou dúvidas.

Além desses convidados, é normal que aqueles que venham de longe participem para que recebam uma atenção diferenciada dos noivos.

Depois desse ensaio, acontece um jantar, afinal, existe hora melhor para celebrar com as pessoas mais especiais esse momento tão lindo? 

Dica, fale com seu Especialista de eventos, e veja se existe a possibilidade de realizar um Jantar aos seus padrinhos e familiares próximos, antes do evento. Será incrível!

6. First look

 

 

Já pensou no noivo ver a noiva momentos antes do casamento?

No casamento americano é uma tradição que rende lindas memórias e registros. 

E também é o momento ideal para que o fotógrafo registre emoções mais genuínas.

O first look, ou o primeiro olhar consiste em um encontro mais reservado dos noivos algum tempo antes da cerimônia, com os dois já prontos.

Não é muito comum por aqui, mas a cada dia que passa tem tomado seu lugar mesmo nas cerimônias mais tradicionais.

Além disso, é um dos poucos momentos em que noivos estarão sozinhos no dia, já que isso é algo muito raro numa festa de casamento.

Ao contrário que possa parecer o first look não tira a emoção do momento, a entrada da noiva ainda é super emocionante e inesquecível.

7. Entrada no altar

 

 

Finalmente, a cerimônia vai começar, mas quem entra primeiro? Quem fica no altar?

Na maioria dos casamentos que vemos e participamos, os casais de padrinhos entram e ficam no altar juntos, juntamente com os pais da noiva e do noivo.

Porém, no casamento americano isso acontece um pouco diferente:

  • A entrada de madrinhas e padrinhos separados, em filas, mulheres primeiro e depois os homens;
  • Em fila porém em casais;
  • Ou já estarem no altar quando a cerimônia começar.

Outro ponto diferente é o posicionamento dos pais dos noivos: eles não ficam em pé no altar, a primeira fileira de assentos é destinada a eles.

8. Cerimônia

 

 

Um casamento americano, nem sempre é celebrado em uma igreja. 

É um costume antigo e, muitas vezes, os noivos optam pela igreja em casos de tradição religiosa muito familiar.

Por isso, é muito comum ver casamentos acontecendo em lugares inusitados, como gazebos, mas também em grandes salões de festa, onde já vai acontecer a festa. 

O que é uma vantagem, já que não será necessário deslocamento dos convidados e noivos para outro local.

9. Votos

Enquanto no casamento brasileiro não existia até pouco tempo atrás essa tradição dos votos feitos pelos noivos, no casamento americano é algo que nunca é quebrado.

É um juramento de amor feito por cada um contando seus sentimentos, esperanças e contando os fatos marcantes do casal até naquela data.

Tem ganhado muito espaço aqui no Brasil por ser muito emocionante e ao mesmo tempo uma jura de amor em público. Um gesto lindo e que mostra o quanto um ama no outro.

10. Aliança

O uso da aliança de casamento americano é uma tradição que não é comum no Brasil, mas que vale a pena comentar.

No casamento americano, o noivo presenteia a noiva com um anel de brilhantes do dia do seu noivado e coloca no seu dedo anelar esquerdo.

No dia do casamento, a noiva recebe uma aliança que vai ser colocada no mesmo dedo. Sempre na mão esquerda.

Aqui no Brasil ainda temos o costume bem forte da aliança de noivado ficar no dedo anelar da mão direita e no dia do casamento ela passar para a mão esquerda.

Dizem que é nesse dedo que tem uma importante veia que vai até o coração.

11. Registro do casamento americano

 

 

Nesse quesito os casamentos americanos cada vez se parecem mais com os nossos.

Antigamente não era muito comum ter fotógrafos fazendo a cobertura do casamento, o mais comum era um convidado fazer filmagens caseiras e depois enviar para os noivos.

Já aqui nos casamentos brasileiros, os books de casamento já estão no planejamento do casal e é um investimento essencial. 

Com a tecnologia também é bem comum que o casal peça para que os convidados façam fotos e postem em redes sociais com alguma hashtag.

Assim todos podem ver as mais diversas fotografias e vídeos feitos no dia.

12. Tradição antiga de um casamento americano

Por outro lado, essa tradição antiga ainda é bem difícil de ser vista por aqui, mas é algo bem bonito.

Existe a superstição que, para ter boa sorte no casamento, a noiva precisa ter alguns objetos: 

“algo velho, algo novo, algo emprestado, algo azul e seis centavos no sapato” ou em inglês:

 “something old, something new, something borrowed, something blue and a silver six pence in her shoe”.

Por aqui, entre os que querem um casamento bem tradicional, o costume é o noivo não ver o vestido da noiva antes do casamento, para não dar azar.

Qual dessas você prefere?

13. Decoração

 

 

Nesse quesito, o casamento brasileiro e o casamento americano não se diferem muito.

O tema e a decoração vão depender do estilo dos noivos, podem ser rústicos, clássicos ou com muitas flores e colorido.

Porém, uma das poucas coisas que diferem os dois estilos é que, no casamento americano, alguns casais que casam no final do ano optam por uma festa na temática inverno. 

Aqui, como essa estação não é rigorosa, não temos esse costume.

14. Buffet

 

 

Um buffet de casamento americano é um pouco diferente do nosso, principalmente no quesito doces.

Por lá o bem-casado não é uma tradição, o doce mais comum é o macaron, uma iguaria francesa.

Contudo, a forma de servir parece com a nossa: petiscos ou finger foods, mesas de frios, doces, salgados, um jantar e também bebida à vontade.

O jantar geralmente é servido pelos garçons, sem que o convidado precise levantar e enfrentar filas.

Já o bolo é bem parecido com os que temos aqui: grandes, com vários andares ou o bolo fake, que tem marcado a presença em festas de todos os tipos.

15. Lugar marcado

 

Também é bastante comum que os noivos americanos dediquem muito tempo à disposição das pessoas nas mesas.

Isso pode ser trabalhado com o cerimonial, que prepara um mapa de mesas.

É um costume interessante, já que os noivos pensem em quem vai sentar às mesas, visando evitar alguma confusão.

Como um parente que não quer ficar perto de outro.

Ou também para evitar que quem chegue mais tarde seja obrigado a sentar com quem ele não queira.

Ou até mesmo tenha que pegar cadeiras de outros lugares para que a família caiba toda em uma mesa. O que fica muito deselegante. 

Cada lugar tem os seus costumes e, com a facilidade de troca de informações, elas podem se misturar e criar novas tradições.

O casamento americano é uma dessas tradições que a cada ano que passa tem conquistado muitos noivos e noivas pelo Brasil.

Você conhecia o casamento americano? Quais tradições você achou mais interessante e gostaria que tivesse presente no seu casamento? Deixe um comentário aqui contando para a gente.